Libertadores: Com garra, Antônio Carlos valoriza classificação e enaltece superação do Palmeiras

A expulsão de Felipe Melo logo aos três minutos do primeiro tempo desestruturou o esquema tático do Verdão diante do Cerro Porteño. Porém, mesmo com a derrota por 1 a 0, a equipe mostrou brio para garantir a classificação às quartas de final

Da Redação
São Paulo, SP, 31 de agosto de 2018

Uma classificação que parecia tranquila acabou se tornando dramática após o Palmeiras ter um jogador expulso (Felipe Melo) logo aos três minutos de partida. Com um homem a menos durante praticamente quase todo o confronto, o Verdão acabou derrotado pelo Cerro Porteño por  1 a 0, na quinta-feira (30/8), no Allianz Parque, mas contou com a superação dos atletas para sair de campo com a vaga na próxima fase da maior competição continental.

“Esse é um fato que ninguém espera que aconteça. Perdemos o Felipe logo nos primeiros minutos e tivemos que ajustar o esquema dentro de campo para que não ficássemos muito vulneráveis no setor defensivo. O grupo fez jogo de superação e estão todos de parabéns. Isso é Libertadores´´, revelou o zagueiro.

Um dos melhores jogadores em campo, Antônio Carlos ganhou quase todas as disputas pelo alto do ataque paraguaio.

“Conseguimos anular as jogadas adversárias e acabamos tomando um gol num lance de sorte do jogador paraguaio. Mesmo com a desvantagem numérica em campo, criamos chances e poderíamos ter saído de campo com resultado melhor, mas o que vale é a classificação´´, destacou.

A derrota para o Cerro foi a primeira de Antônio Carlos na competição após sete partidas. Na próxima fase, o Palmeiras enfrentará o Colo-Colo, do Chile, em data ainda indefinida.

O próximo compromisso do Verdão acontece neste domingo (2/9), contra a Chapecoense, na Arena Condá, válido pela 22ª rodada do Brasileirão.

 

Fonte: AV