Libertadores: Diego Alves pega tudo, Bruno Henrique brilha e Gabigol marca na bela vitória do Flamengo

Mesmo na altitude de 3800 metros acima do nível do mar, o Rubro Negro foi até Oruru e não tomou conhecimento do San José, vencendo por 1 a 0, e estreando com estilo no principal torneio sul-americano. Agora serão três jogos seguidos em casa

Da Redação
Oruro, BOL, 5 de março de 2019

Uma vitória importante não só pelos pontos, mas por todas as circunstâncias! O Flamengo subiu a mais de 3800 metros de altitude e arrancou os três pontos na estreia da Libertadores da América ao vencer o San José por 1 a 0, no estádio Jesús Bermúdez, em Oruro, na Bolívia. Com o resultado, o time arranca bem e agora fará três partidas em casa, contra os demais times do grupo D.

O gol foi de Gabriel Barbosa, o Gabigol, mas quem também brilhou foi o goleiro Diego Alves. Defesas espetaculares nos dois tempos, ignorando a história de altitude e voando na bola para garantir a rede limpa do Flamengo. Rodrigo Caio também esteve muito seguro atrás, ganhando todas que disputou com os adversários. Foi atuação de raça e conjunto, em condições muito inóspitas, que valeu a vitória e a tranquilidade de estrear bem na competição.

“Foi grande vitória. É uma altitude muito alta, isso afeta todos os sentidos. A bola é mais rápida, falta o ar. Ficamos felizes com a vitória. A equipe fez trabalho espetacular. Vamos seguir em frente´´, disse Diego Alves ao Fox Sports.

O primeiro tempo foi um teste para o Flamengo. Se ambientar com o campo, com a altitude e com a temperatura baixa. O adversário se dedicou a jogar bolas altas e de longe, tentando surpreender Diego Alves, que fez duas boas defesas. Mais acostumado com as condições, o San José teve mais a posse de bola em campo e criou mais chances.

A melhor oportunidade do Flamengo foi através de Diego, em belo chute de fora da área, aos nove minutos. Aos 29, Arrascaeta achou Gabriel na direita em boa condição. O atacante chutou, mas a bola subiu demais.

O San José respondeu com chutes de longe e muita velocidade, mas parou em Diego Alves, que garantiu o empate na ida para o intervalo.

O segundo tempo teve outro ritmo em seu início. Arão e Everton Ribeiro, que entrou no intervalo no lugar de Arrascaeta, arriscaram de longe para testar o goleiro. Com a nova postura, o Flamengo apertou e o gol saiu. Aos 14, Bruno Henrique, o melhor em campo, achou Gabigol, que invadiu a área e tocou na medida. O camisa nove tirou o goleiro com estilo e correu para comemorar. Estava inaugurado o placar em Oruro.

Com a vantagem, o Flamengo tomou conta do jogo e teve mais chances de ampliar, mas esbarrou no goleiro boliviano. Com toque de bola, não teve altitude que impedisse a vitória, que veio no apito final e marcou a estreia positiva da equipe na edição de 2019 da Libertadores.