Libertadores: Diogo Barbosa vê ‘briga sadia’ pela titularidade no Palmeiras com o amigo Victor Luis

Já classificado para a próxima fase da competição internacional, o Verdão apenas cumpre tabela contra o Allianza Lima (PER), em jogo a ser disputado na cidade de Lima (PER)

Da Redação
São Paulo, SP, 02 de maio de 2018

Sem saber o que é perder fora de casa na Copa Libertadores, o Palmeiras encara o Allianza Lima-PER pela 5ª rodada do torneio continental de olho na confirmação da liderança do Grupo 8. Com 10 pontos marcados – quatro a mais em relação ao Junior Barranquilla-COL –, o time garante a ponta com uma vitória simples diante dos peruanos, e o lateral-esquerdo Diogo Barbosa vê chances positivas de trazer os três pontos para o Brasil.

“Eles não vivem um bom momento no campeonato deles e vão vir para cima para buscar a vitória e retomar a confiança. Vai ser difícil, temos de estar concentrados para trazer este triunfo. Jogos da Libertadores nunca são fáceis. Depois voltamos o pensamento ao Brasileiro, mas agora o pensamento é no Alianza Lima. Vamos buscar a primeira colocação do grupo e pensar jogo após jogo para voltar o foco ao Brasileiro”, disse o camisa 6.

Contratado nesta temporada junto ao Cruzeiro, o atleta tem como concorrente pela posição na equipe Victor Luis, que retornou ao clube após atuar pelo Botafogo em 2017. Coincidentemente, os laterais já atuaram juntos no time carioca e hoje são grandes amigos. Para Diogo, a “dor de cabeça” de Roger Machado para o setor é boa.

“O Vitão é um amigo meu. Quando eu estava fora torcia muito por ele, pelo tanto que ele lutou e a vontade que tinha de voltar ao Palmeiras. Agora eu estou jogando e ele está feliz pelas minhas atuações. Eu torço pelo bem dele, e ele pelo meu. Briga sadia, de amigos. Quem tem a ganhar com isso é o Palmeiras. Nosso pensamento é sempre ajudar o Palmeiras a conquistar vitórias e campeonatos”, falou.

Dentro de uma verdadeira maratona de jogos e viagens por várias competições, o elenco alviverde pouco descansa durante os intervalos. Para Diogo Barbosa, o papel do Núcleo de Saúde e Performance (NSP) do clube tem sido fundamental na recuperação do elenco. Além disso, o lateral elogiou o trabalho de Roger Machado ao longo da temporada com os atletas que tem.

“Claro que a sequência de jogos vai desgastando, alguns sentem mais, por isso temos um grupo que nos ajuda muito. Agora são momentos cruciais, temos de passar por isso. Os que tiverem desgaste terão de ser substituídos, porque um atleta cansado não vai conseguir render mais. Bom no Palmeiras é que temos opções para suprir ausências. Buscamos coisas grandes no ano e temos de passar por adversidades”, finalizou Diogo.