Libertadores: Tiago Nunes enche a bola do Athletico na goleada em cima do Jorge Wilstermann (BOL)

Após estrear a Libertadores de 2019 perdendo fora de casa para o Tolima, da Colômbia, o Furacão conseguiu sua reabilitação com show de bola diante da frágil equipe boliviana, que apanhou por 4 a 0, quinta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba

Da Redação
Curitiba, PR, 15 de março de 2019

Após perder para o Tolima, na Colômbia, por 1 a 0, em sua estreia na Libertadores, o Athletico Paranaense está reabilitado na Libertadores. E foi em grande estilo, goleando o Jorge Wilstermann, da Bolívia, por 4 a 0, na quinta-feira (14/3), na Arena da Baixada, em Curitiba, pelo Grupo. Os gols foram marcados por Marco Ruben, Tomás Andrade, Renan Lodi e Bruno Guimarães.

Com a vitória, o Furacão assumiu a vice-liderança do Grupo G, com os mesmos três pontos do Tolima, mas em vantagem no saldo de gols. O líder é o Boca Juniors, com quatro pontos. E os dois primeiros colocados se enfrentarão na Arena da Baixada, dia 2 de abril (terça-feira), às 21h30, no fechamento do turno.

Animado com o desempenho coletivo do Athletico, o técnico Tiago Nunes não economizou elogiou aos jogadores. E fez questão de ressaltar que o resultado expressivo não foi obra do acaso.

“Foi um placar construído, não achado. Tivemos atuação equilibrada, conseguimos produzir muito ofensivamente e pouco ofertamos de espaço para o adversário. Um saldo muito positivo da atuação contra o Jorge Wilsterman. O coletivo foi muito bom, desde a primeira fase de construção na defesa, com o Santos, até o ataque. Foram mais de 20 finalizações´´, lembrou o treinador do Furacão.

Recuperado de lesão muscular, o lateral-direito Jonathan foi a grande novidade na equipe titular na quinta-feira. Ele atuou pela primeira vez na temporada. O jogador disputa pela sexta vez a Libertadores, onde completou 48 partidas.
Pelo Furacão, o camisa 2 soma 84 jogos, com 38 vitórias, 24 empates e 22 derrotas. Balançou as redes três vezes.