Libertadores: Zé Rafael valoriza período de treinos o Palmeiras e vê amadurecimento após pênalti perdido

O longo tempo sem jogos oficiais não mexe com a cabeça do ex-jogador do Bahia. Ele trabalha firme nos treinamentos para não perder o ritmo de jogo e está animado com a possibilidade de ganhar nova chance contra o Melgar, quinta-feira, no Peru

Zé Rafael aposta que terá novas oportunidades entre os titulares do Palmeiras e pretende entrar no time para não sair mais

Da Redação
São Paulo, SP, 19 de abril de 2019

O Palmeiras volta a campo somente na quinta-feira (25/4), às 23 horas, para enfrentar o Melgar-PER, no Peru, pela fase de grupos da Libertadores. Sem nenhum duelo oficial marcado até o confronto com os peruanos, o Verdão aproveita o período para intensificar os treinamentos na Academia de Futebol. Em busca de mais uma oportunidade, o meia Zé Rafael vê pontos positivos e negativos nestas semanas sem jogos oficiais.

“É bom e ruim na verdade. Bom porque conseguimos trabalhar algumas coisas que precisávamos, mas também é ruim porque a gente acaba perdendo o ritmo de jogo. Quem vinha jogando mais voltará como se estivesse zerado o ano. São 15 dias sem jogos, a diferença será no ritmo de jogo que alguns atletas podem sentir novamente´´, disse Zé Rafael, valorizando as atividades na Academia.

“A gente vem trabalhando bastante nesses dias sem jogos, melhorando as partes tática e técnica e a condição física. Precisamos melhorar algumas coisas porque, daqui a pouco, não teremos mais esse tempo. Esta semana foi importante para nós ganharmos alguns pontos importantes´´, afirmou.

Com boas apresentações quando esteve em campo, Zé Rafael espera ter ainda mais chances no time titular do Palmeiras nos próximos jogos.

“A perspectiva é grande. Sabemos que o elenco é qualificado, mas terão muitos jogos. Como o Felipão tem a metodologia de rodízio, todos terão oportunidade durante o ano. Espero que, a cada jogo em que eu tiver oportunidade, eu dê o meu melhor´´, avaliou o atleta, que não se abalou com o pênalti perdido na semifinal contra o São Paulo, pelo Campeonato Paulista.

“É a parte ruim que eu não esperava neste início no Palmeiras, mas faz parte do amadurecimento. Grandes jogadores já erraram, mas o mais importante é não sentir o peso. Ninguém quer errar um pênalti nessas circunstâncias, mas acredito que me fez mais forte. Estou fortalecido e espero aproveitar as próximas oportunidades que tiver´´, projetou.

Zé, inclusive, conta com o apoio da torcida para o seu crescimento com a camisa do Palmeiras.

“No pouco em que acompanhei, vi que a maioria das reações era positiva, de apoio. Ninguém gosta de errar pênalti nessas circunstâncias, mas a torcida sabe que eu dei o meu melhor e sempre tento dar o meu melhor quando entro. Isso faz a relação ser positiva neste início. Acredito que, se continuarmos aproveitando as oportunidades e evoluirmos para ajudar os companheiros, a torcida estará do nosso lado´´, comentou o jogador.

Já sobre o compromisso com o Melgar-PER pela Libertadores, o meia trata como uma decisão.

“É mais uma final. A partir de agora, temos muitos jogos decisivos, principalmente na Libertadores. Mais um jogo em que teremos de competir muito. Será muito difícil, eles jogam a vida deles porque talvez o resultado negativo já os deixarão fora´´, concluiu.

Crédito da foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras – Fonte: assessoria de imprensa

Comentários

avatar
  Subscribe  
Notify of