Opinião: Primeira fase das Séries A2 (Segunda Divisão) e A3 (Terceira Divisão) do Paulista teve a troca de 23 treinadores

Faltando uma rodada para encerrar a primeira fase da Série A3, o Comercial demitiu o técnico Edson Vieira e apostou em Ito Roque para as quartas de final. Essa, entre outras curiosidades na dança dos treinadores, você encontra no Futebol Caipira

Coluna Futebol Caipira

Terminou a primeira fase das Séries A2 (Segunda Divisão) e A3 (Terceira Divisão) do Campeonato Paulista. A partir de agora apenas oito clubes (Água Santa, Portuguesa Santista, Rio Claro, Santo André, Juventus, XV de Piracicaba, Inter de Limeira e Taubaté na Segunda Divisão) e (Velo Clube, Capivariano, Desportivo Brasil, Noroeste, Barretos, Comercial, Monte Azul e Audax na Terceira Divisão) seguem brigando pelo acesso.

Vale destacar que, em cada uma das divisões, apenas dois clubes garantirão o acesso (campeão e vice). Porém, como o Red Bull Brasil comprou o Bragantino, transformando em Red Bull Bragança Paulista, uma vaga na Primeira Divisão (Série A1) será extinta. E tudo indica que o terceiro colocado da Série A2, além do terceiro colocado da Série A3, também devem subir.

Na Série A2, os rebaixados para a Série A3 foram Nacional (Capital) e Linense (Lins). Já na Série A3, que caíram para a Quarta e última Divisão, são o São Carlos e Taboão da Serra.

Em relação à famosa dança dos treinadores, 11 perderam o emprego em 15 rodadas da Série A2, enquanto 12 foram demitidos na Série A3, em um total de 23 mudanças em comissões técnicas somente na primeira fase. Muitos dos demitidos foram parar na outra divisão.

O recordista nas demissões foi o Olímpia, que escapou do rebaixamento para a Quarta Divisão somente na penúltima rodada da Série A3. Foram quatro treinadores em apenas 15 jogos. Um festival de amadorismo!

A curiosidade ficou para o Comercial, de Ribeirão Preto, que já classificado, e faltando uma rodada para o encerramento da primeira fase da Série A3, demitiu o técnico Edson Vieira e trouxe Ito Roque, pensando exclusivamente no mata-mata das quartas de final. Sem contar que a diretoria do Bafo havia demitido, logo na primeira rodada, o técnico Ricardo Costa, que deu a volta por cima e também levou o Barretos para as quartas de final da Série A3.

Confiram todas as mudanças em 2019!

DANÇA DOS TREINADORES NA SÉRIE A2

1 SERTÃOZINHO – saiu Cléber Gaúcho e chegou José Carlos Serrão
2 NACIONAL – saiu Alan Aal e chegou Jorginho
3 PENAPOLENSE – saiu Thiago Oliveira e chegou Edison Só
4 SÃO BERNARDO – saiu Wilson Júnior e chegou Sérgio Soares
5 VOTUPORANGUENSE – saiu Eduardo Souza e chegou Alberto Félix
6 ATIBAIA – saiu Carlos Roberto e chegou Edmilson de Jesus
7 PORTUGUESA – saiu Luiz Carlos Martins e chegou Vica
8 TAUBATÉ – saiu Marcelo Martelotte e chegou Paulinho McLaren
9 LINENSE – saiu Júlio Sérgio e chegou Tuca Guimarães
10 ATIBAIA – saiu Edmilson de Jesus e chegou Carlos Roberto
11 LINENSE – saiu Tuca Guimarães e chegou Altair Coimbra

DANÇA DOS TREINADORES NA SÉRIE A3

1 OLÍMPIA – saiu Vitor Mosca e entrou Lucas Del Vecchio
2 COMERCIAL – saiu Ricardo Costa e chegou Edson Vieira
3 OLÍMPIA – saiu Lucas Del Vecchio e chegou Bira Arruda
4 EC SÃO BERNARDO – saiu Sandro Sargentim e chegou Galego
5 SÃO CARLOS – saiu Omar Curi e chegou Carlinhos Neves
6 BARRETOS – saiu Paulinho McLaren e chegou Ricardo Costa
7 BATATAIS – saiu Rúbio Guerra e chegou Thiago Oliveira
8 EC SÃO BERNARDO – saiu Galego e chegou Oliveira
9 TABOÃO DA SERRA – saiu Baiano e chegou Luciano Quadros
10 RIO PRETO – saiu Catanoce e chegou Sérgio Caetano
11 OLÍMPIA – saiu Bira Arruda e chegou Jorge Saran
12 COMERCIAL – saiu Edson Vieira e chegou Ito Roque

 

Comentários

avatar
  Subscribe  
Notify of