Opinião: Programa de Excelência 2018 da FPF premia 29 clubes e bate recorde de adesão

Bragantino, Corinthians, Desportivo Brasil, Grêmio Novorizontino, Ituano, Santos, São Paulo, Sertãozinho e XV de Piracicaba foram os clubes que atingiram a categoria ouro e receberam, cada, R$ 80 mil de premiação pelo trabalho realizado

Coluna Futebol Caipira, por Luiz Ademar
São Paulo, SP, 7 de fevereiro de 2019

O Programa de Excelência, da Federação Paulista de Futebol, premiou 29 clubes paulistas pelo desempenho em vários quesitos e bateu recorde de adesão na temporada 2018. O único clube ausente, em litígio com a entidade, foi o Palmeiras.

Os premiados foram conhecidos na última quarta-feira (6/2), em evento realizado no Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu, com a participação de presidentes e representantes de clubes de praticamente todas as divisões estaduais, além da diretoria da FPF e autoridades.

Em 2018, o Programa de Excelência concluiu sua terceira temporada com 97% de participação dos clubes das séries A1 e A2 do Campeonato Paulista, e de alguns clubes da série A3 e da Quarta Divisão, chamada de Segunda Divisão pela FPF, que participaram do programa nos anos anteriores. Em 2017, o índice de participação foi de 90%; e em 2016, primeiro ano do programa, 93%.

Em prêmios, ao todo foi distribuído R$ 1,340 milhão: R$ 80 mil para os vencedores da categoria Ouro, R$ 40 mil Prata e R$ 20 mil ao Bronze.

Nove clubes foram laureados na categoria Ouro, ou seja, destacaram-se em suas pontuações: Bragantino, Corinthians, Desportivo Brasil, Grêmio Novorizontino, Ituano, Santos, São Paulo, Sertãozinho e XV de Piracicaba.

Conquistaram a categoria Prata Audax, Botafogo, Capivariano, Ferroviária, Juventus, Mirassol, Nacional, Ponte Preta, Red Bull Brasil, São Bernardo e São Caetano.

Alcançaram o Bronze Água Santa, Guarani, Linense, Paulista, Portuguesa, Rio Claro, São Bento, Taubaté e Votuporanguense.

Também foram entregues certificados de clubes participantes a Barretos, Batatais, Inter de Limeira, Marília, Oeste, Penapolense, Rio Branco e Santo André.

Lançado no final de 2015, o Programa de Excelência acompanha os clubes paulistas ao longo da temporada por meio de ações e relatórios que avaliam 10 quesitos: Base, Torcida, Infraestrutura, Negócios, Atletas e Comissão Técnica, Desempenho Técnico, Futebol Feminino, Recursos Humanos, Filiação e Gestão e Finanças.

Cada clube compete consigo mesmo por meio de pontos que se somam ao longo do ano. O objetivo do programa é colaborar com a gestão dos clubes, por meio de boas práticas e profissionalização do pessoal.

“O envolvimento dos clubes tem crescido consideravelmente desde sua implementação, em 2016. Os clubes estão preparando melhor seus relatórios com resultados mensais, estão se preocupando mais com os resultados de suas gestões, suas atividades e seus ambientes. As expectativas para a edição 2019 são as melhores´´, diz Kelly Franzoni, Gerente de Qualidade da FPF, à frente do Programa de Excelência.

Fonte: FPF