Paulista A3: Velo Clube vai até a cidade de Porto Feliz, derrota Desportivo Brasil, e assume liderança isolada

No duelo entre os dois melhores times da Terceira Divisão, o Galo Vermelho superou o DB, que jogava em casa, e ganhou, de virada, por 3 a 1. Willian colocou o anfitrião na frente do placar, mas Niander, Glauco (contra) e Pedro Henrique viraram

Futebol Caipira, por Luiz Ademar
São Paulo, SP, 17 de fevereiro de 2019

O Campeonato Paulista da Série A3 (Terceira Divisão) tem novo líder isolado. E, honrando o seu mascote, está cacarejando de felicidade com o futebol requintado apresentado após o término da nona rodada, neste domingo (17/2). O gigante Velo Clube, o tradicional Galo Vermelho, roubou a ponta da tabela de classificação do Desportivo Brasil e chegou aos 20 pontos, abrindo 10 do nono colocado, o Rio Preto, que hoje está fora do G8.

A vitória, liderança e invencibilidade do Galo Vermelho, comandado pelo técnico Karmino Colombini, foram conseguidas em grande estilo. O Velo Clube foi até a cidade de Porto Feliz e derrotou, de virada, o Desportivo Brasil, que estava invicto e liderava com o mesmo número de pontos, por 3 a 1. Vitória maiúscula!

O detalhe é que Willian colocou o Desportivo Brasil na frente do placar, logo aos 12 minutos do primeiro tempo. E o time da casa foi para o vestiário, no intervalo, com vitória parcial. Porém, no segundo tempo, o Velo Clube mostrou a sua força e mandou na partida, virando o placar, com folga, gols de Niander, Glauco (contra) e Pedro Henrique.

Enquanto o Velo Clube chegou aos 20 pontos, o Desportivo Brasil segue com bela campanha, com 17 pontos, e na vice-liderança. A tendência é que os dois clubes se classifiquem, com folga, para a segunda fase, onde após 15 rodadas, os oito primeiros colocados estarão garantidos nas quartas de final.

O novo terceiro colocado é o Capivariano, do técnico Roberval Davino, que roubou a posição do Comercial, em jogo eletrizante realizado no sábado (16), em Capivari. O time de Ribeirão Preto perdeu o zagueiro Léo Coelho, expulso logo aos 12 minutos do primeiro tempo, e foi valente e ofensivo o tempo todo. Mas o atacante Carlinhos, após substituir Douglas, machucado, fez 1 a 0 logo em seu primeiro toque na bola.

No segundo tempo, dando show de estratégia com um jogador a menos, o técnico Edson Vieira manteve a postura ofensiva do Comercial. Só que o elétrico Carlinhos apareceu outra vez de cabeça e fez 2 a 0 para o Capivariano, que foi aos 15 pontos. O Comercial, com 13, caiu para quinta posição.

O Noroeste está na quarta colocação, com 14 pontos. Só que tropeçou na cidade de Bauru, ao lado da sua torcida, ficando no empate por 1 a 1 com o EC São Bernardo. Caio, de cabeça, marcou para o Norusca, enquanto Washington deixou tudo igual.

Duas partidas terminaram com monótonos empates sem gols. Na cidade de São Carlos, o time da casa, a Águia da Central, segue sem vencer e ficou na igualdade com o Barretos, que acumula seis partidas sem vitória. Outro 0 a 0 aconteceu em Indaiatuba, entre Primavera e Monte Azul.

Enquanto o Taboão da Serra, do artilheiro Túlio, segue seu calvário sem vitórias e apanhou, diante da sua torcida, do Grêmio Osasco por 2 a 0, gols de Bruninho e Gabriel Tonini, o Olímpia, em casa, finalmente ganhou a primeira ao bater o Batatais por 3 a 1, gols de Thauan (3). Matheus descontou. Apesar da vitória, o Galo segue na zona do rebaixamento, com quatro pontos.

Finalizando, na cidade de Osasco, o Audax venceu a segunda consecutiva ao superar o Rio Preto por 1 a 0, gol de Giovanni. As duas equipes ainda estão fora do G8.

CLASSIFICAÇÃO

1º Velo Clube – 20 pontos
2º Desportivo Brasil – 17 pontos
3º Capivariano – 15 pontos
4º Noroeste – 14 pontos
5º Comercial – 13 pontos
Primavera – 13
7º Monte Azul – 12 pontos
8º Grêmio Osasco – 10 pontos
Rio Preto – 10
Audax – 10
11º Barretos – 9 pontos
12º EC São Bernardo – 8 pontos
13º Batatais – 7 pontos
14º Taboão da Serra – 5 pontos
15º Olímpia – 4 pontos
16º São Carlos – 3 pontos