Paulistão: Sem espaço com Felipão, Palmeiras reduz elenco e volta a emprestar o atacante Erik ao Botafogo (RJ)

O Verdão, assim como aconteceu em 2018, vai ter duas equipes em 2019. Porém, o jogador que despontou no Goiás e custou aos cofres do clube R$ 13 milhões por 60% dos direitos federativos, vai retornar ao futebol carioca por mais um ano

O jogador Erik, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol.

Da Redação
São Paulo, SP, 16 de janeiro de 2019

O técnico Luiz Felipe Scolari avisou, na semana passada, que tinha 35 jogadores no elenco do Palmeiras e pretendia reduzir esse número para 28, no máximo 30. E vem cumprindo à risca o que havia determinado. Nesta quarta-feira (16/1), o atacante Erik, que fez vários treinamentos e até jogo-treino para ser observado melhor pela comissão técnica, foi mais um a deixar o Verdão.

Sem conseguir convencer Felipão a atuar entre os titulares, ou até mesmo no time reserva, Erik foi emprestado mais uma vez para o Botafogo, onde ficará até dezembro de 2019. O atacante, que chegou do Goiás por 13 milhões por 60% dos seus direitos econômicos, ainda não conseguiu mostrar o mesmo futebol com a camisa do Palmeiras.

No ano passado, Erik atuou no Botafogo e foi bem. Em 17 partidas, o atacante marcou cinco gols e conseguiu dar quatro assistências, ajudando a equipe a escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

No final do ano passado, o Botafogo já havia tentado a prorrogar o empréstimo de Erik quando negociou o volante Matheus Fernandes ao Palmeiras. Porém, a negociação não deu certo porque Felipão gostaria de observar melhor o atacante nos treinamentos.

Mas, com as contratações de vários jogadores para o setor ofensivo, o último deles Ricardo Goulart, a diretoria e comissão técnica do Palmeiras resolveram deixar Erik retornar ao Botafogo, onde jogou bem e foi muito feliz na temporada passada.