Série A: Guto Ferreira pede concentração máxima para o Bahia surpreender o líder Flamengo no Maracanã

Depois de passear em campo na expressiva vitória por 3 a 0 diante do Vasco, no último final de semana, pela sétima rodada, o Tricolor do Aço tem um grande desafio pela frente. Encara o embalado e líder Flamengo, nesta quinta-feira, às 16 horas

Da Redação
Salvador, BA, 30 de maio de 2018

Dentro de casa, com o apoio da sua torcida, o Bahia, comandado pelo técnico Guto Ferreira, vem fazendo em grandes estilo a sua parte no Campeonato Brasileiro. Tanto que na última rodada sapecou 3 a 0 no Vasco sem fazer tanta força. Porém, nos duelos no campo adversário, o Tricolor de Aço não tem o mesmo ritmo e o aproveitamento precisa mudar imediatamente se quiser buscar vaga no sonhado G6, que garante vaga na Libertadores de 2019.

E o próximo desafio do Bahia, fora de casa, será muito complicado. Nesta quinta-feira (31/5), às 16 horas, no Maracanã, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o adversário será o embalado líder Flamengo, que terá o apoio maciço da sua torcida.

“Uma situação normal. Em algum momento a gente tem que fazer isso. Respeitamos o time deles. Temos que dar uma situação de respeito e mobilização da melhor maneira possível para que a gente possa, mais do que enfrentar o líder, começar a reverter uma situação que nesse Brasileiro a gente não vem bem, que é jogar fora de casa. Temos que buscar fora de casa fazer o que a gente vem fazendo dentro de casa. Melhorar bastante para que isso possa acontecer´´, disse o treinador do Bahia.

Guto Ferreira também comentou sobre o histórico das partidas fora de casa e argumentou que a equipe precisa estar mais concentrada.

“Precisamos de concentração e atitude. Falava com jogadores a respeito disso. Nos jogos fora de casa, a gente acaba saindo um pouco do foco de concentração. Mesmo que seja em momentos. Contra o Inter, uma bola parada que deixamos bater rápido, tomamos o gol. Depois vem a dificuldade de poder reequilibrar o jogo. Essa situação tem ocorrido no Brasileiro, mas não nas outras competições. Na Copa do Nordeste, ganhamos a maioria dos jogos. Ganhamos do Botafogo-PB duas vezes, do Altos. O Campeonato Baiano ganhamos mesmo em um campo ruim contra a Juazeirense e do nosso rival duas vezes. Isso não é exatamente como se fala. Dentro do Campeonato Brasileiro, sim. Vai chegar o momento de ultrapassar´´, falou.

As boas novidades no treinamento desta quarta-feira foram as presenças do goleiro Douglas, do lateral Léo e do zagueiro Rodrigo Becão, que trabalharam normalmente. No departamento médico e na academia ficaram o meia Marco Antônio e o atacante Edigar Junio, que ainda se recuperam de contusão e aprimoram a forma física. Após a atividade, jogadores e comissão técnica embarcaram para o Rio de Janeiro.

Fonte: assessoria de imprensa