Série A: Vitor Feijão revela carinho especial pelo Paraná, agradece ao clube e quer vencer no Ceará

Após ajudar o Criciúma a não ser rebaixado na Série B do Brasileiro, o atacante retornou ao Paraná, clube onde foi revelado e com o qual tinha contrato. Porém, pela boa temporada, ele foi negociado em definitivo com o Vovô cearense

Da Redação
Fortaleza, CE, 20 de dezembro de 2018

O atacante Vitor Feijão terá novo destino em 2019. O jogador, que pertencia ao Paraná Clube e estava emprestado ao Criciúma, onde disputou a Série B do Campeonato Brasileiro, é o novo reforço do Ceará, que adquiriu em definitivo o jovem de 22 anos.

Criado nas categorias de base do time paranaense, o atleta é bastante identificado com o clube tricolor. Pela equipe, Vitor Feijão fez sua estreia como profissional em 2015 e defendeu o time em 2017 e 2018. De saída, o atacante fez questão de deixar agradecimento especial ao clube que o ajudou em sua formação como atleta.

“O Paraná vai estar sempre marcado na minha história. Faz parte do futebol essas chegadas e partidas, mas independente de qualquer coisa, vou levar comigo esse carinho especial pelo clube que foi muito importante para a minha vida profissional e pessoal. Passei por momentos bons e ruins, mas acima de tudo sempre recebi o apoio de todos. Por tudo isso, não poderia sair sem me despedir. Quero agradecer a todos, do presidente aos funcionários que vivem o dia a dia do clube. O momento é de partida, mas tenho certeza que isso não será um ponto final. Ainda vou vestir novamente essa camisa´´, destacou o atleta que, como profissional, disputou 40 jogos pelo Paraná. Foram 18 vitórias, 11 empates e 11 derrotas. Além disso, conquistou o acesso à Série A em 2017.

Confirmado oficialmente na última terça-feira (18/12) como jogador do Ceará, Vitor Feijão revela sua expectativa para a próxima temporada.

“Agora é dar sequência na minha carreira e construir nova história. Estou bastante empolgado com esse novo desafio e vou dar o meu melhor pelo Ceará. Tenho confiança que 2019 será um ano muito bom´´, concluiu.

Fonte: AV