Série A3: Desportivo Brasil, Velo Clube, Barretos e Noroeste estreiam com vitória fora de casa

Além do quarteto que brilhou na casa dos adversários, na primeira rodada, vale destacar também o EC São Bernardo, que ao lado da sua torcida, fez 3 a 1 em cima do Capivariano. E o Primavera, que bateu, de virada, o São Carlos por 2 a 1

Luiz Ademar (Blog do Futebol Caipira)
São Paulo, SP, 20 de janeiro de 2019

Terminou na manhã deste domingo (201) a primeira rodada do Campeonato Paulista da Série A3 (Terceira Divisão). Seis clubes se destacaram, mas quatro que venceram fora de casa merecem ser enfatizados de maneira especial: Noroeste (venceu Comercial por 1 a 0), Barretos (1 a 0 no Monte Azul), Desportivo Brasil (3 a 0 diante do Olímpia) e Velo Clube (3 a 0 contra o Grêmio Osasco).

No estádio Francisco de Palma Travassos, em Ribeirão Preto, o Noroeste, do técnico Betão Alcântara, que estreou Richarlyson, ex-São Paulo, superou as dificuldades e venceu o Comercial, vice-campeão da Quarta Divisão em 2018, por 1 a 0. Caio Dantas foi o autor do gol, após lindo passe de Diego Souza.

“Foi o que eu disse a eles durante todas essas 11 semanas e hoje no vestiário: nós temos que jogar de acordo com a necessidade do jogo. Nós sabíamos que o Comercial deixaria espaço e que poderíamos aproveitar algumas situações. Depois do nosso gol, o adversário começou a alçar a bola na nossa área e nós fizemos trabalho defensivo direcionado para esta situação que encontramos aqui. Iniciamos com vitória contra time forte, concorrente direto, e agora contamos com a torcida na quarta-feira para seguirmos com a nossa batalha´´, disse Betão Alcântara.

Já o Desportivo Brasil, da cidade de Porto Feliz, que estreou o técnico português Simão Freitas, de 38 anos, que trabalhou no Shandong Luneng, da China, e no Zimbru Chisinau, da Moldávia, além de ter começado sua carreira no Beira Mar, de Portugal, e passado por Porto, Naval, Penafiel, Boavista e Tondela, foi arrasador na estreia. Foi até a cidade de Olímpia e bateu o time da casa por 3 a 0, gols de Marcelo Campanholo, Thiaguinho e Vinícius Bala.

Quem também fez 3 a 0, em Osasco, foi o Velo Clube, do técnico Karmino Colombini, que não tomou conhecimento do Grêmio Osasco, agora sob nova direção e do técnico Marcos Grippi. Os gols foram marcados por Chuck e Adriano, que fez dois e agora é um dos artilheiros da competição.

O Barretos, do treinador Paulinho McLaren, grande artilheiro da década de 80, que, entre outros clubes, brilhou com a camisa do Santos, também foi soberano fora de casa. Atuando na cidade de Monte Azul Paulista, o Touro venceu por 1 a 0, gol marcador por Myller.

A sensação dentro de casa foi o EC São Bernardo, do técnico Sandro Sargentim, ex-Atibaia, que atuando no Baetão não deu a menor chance para o o Capivariano e fez 3 a 1, gols de Felipinho, que marcou duas vezes, e Renatinho. Romão descontou para a equipe de Capivari.

Em Indaiatuba, o Primavera, campeão da Quarta Divisão de 2018, agora comandado por Fernando Souza, suou frio para fazer valer os fatores campo e torcida. O São Carlos começou vencendo, gol de Elton. Porém, a virada do Fantasma veio nos acréscimos do segundo tempo, com gols de Guilherme, aos 47, e Lucas Lopes, aos 50 minutos, cobrando pênalti.

Outros dois empates marcaram a primeira rodada. Em São José do Rio Preto, o Rio Preto abriu o placar com Jô, mas o Batatais deixou tudo igual com Diego Santos, cobrando pênalti. E na cidade de Guarulhos, onde está mandando os seus jogos por causa da interdição do seu estádio, o Taboão da Serra, do artilheiro Túlio e comandado pelo técnico Baiano, ex-jogador de Palmeiras, Santos e Boca Juniors, da Argentina, entre outros clubes, ficou no 0 a 0 com o Audax.

CLASSIFICAÇÃO

1º Velo Clube – 3 pontos
Desportivo Brasil – 3
EC São Bernardo – 3
Primavera – 3
Barretos – 3
Noroeste – 3
7º Batatais – 1
Rio Preto – 1
Audax – 0
Taboão da Serra – 1
11º São Carlos – 0
Comercial – 0
Monte Azul – 0
Capivariano – 0
Olímpia – 0
Grêmio Osasco – 0