Série A: Apodi admite baixo rendimento técnico da Chapecoense em derrota para o lanterna

Equipe de Santa Catarina foi superada, de virada, pelo Atlético (GO) por 2 a 1, em plena Arena do Índio Condá, em Chapecó (SC)

Da Redação
Chapecó, SC, 30 de julho de 2017

Apesar de atuar em seus domínios, a Chapecoense não conseguiu superar o lanterna Atlético (GO) neste domingo, 30, e permaneceu próximo da zona de rebaixamento. Já o lateral-direito Apodi admitiu o baixo rendimento técnico da equipe do técnico Vinícius Eutrópio e ressaltou a precisão do ataque dos visitantes na vitória por 2 a 1, de virada.

“Faltou um pouco de concentração. A equipe não fez um grande jogo e até sairmos na frente, mas em duas bolas paradas a gente errou e por isso perdemos o jogo. Não é todo jogo que vamos golear. Isso é Campeonato Brasileiro. Erramos duas vezes e tomamos dois gols”, explicou o lateral-direito Apodi.

Em contrapartida, o zagueiro Fabrício Bruno preferiu atribuir o resultado negativo dos catarinenses ao horário em que a partida foi realizada. No entanto, o defensor também admitiu que o time deixou a desejar no duelo diante dos goianos. Apesar do revés, Bruno entende ser possível se recuperar da derrota no confronto contra o Bahia.

“A gente vinha de uma sequência boa e isso acontece. O jogo ás 11h também atrapalha um pouco, além de terminar ás 13h, porém, jogamos muito mau. Agora é ver o que o professor Vinícius (Eutrópio) tem para nos falar e dar a volta por cima novamente, em casa, contra o Bahia”, declarou o zagueiro Fabrício Bruno.

Na 12ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série A com 21 pontos conquistados em 17 jogos realizados, a Chapecoense recebe nesta quarta-feira, 02, ás 19h30, na Arena do Índio Condá, em Chapecó (SC), o Bahia, 14° colocado na competição nacional com 20 pontos ganhos. A partida é válida pela 17ª rodada. Os seis primeiros colocados garantem vaga na próxima edição da Copa Libertadores.