Série D: No Amigão, Treze aposta no fator casa para vencer Imperatriz e encarar Ferroviário na grande final

Depois de perder por 1 a 0, no jogo de ida das semifinais da última divisão do Campeonato Brasileiro, o Treze precisa vencer o Ferroviários por dois gols de diferença, nesta segunda-feira, às 21h15, em casa, para se classificar para a decisão

Da Redação
Campinas Grande, PB, 23 de julho de 2018

Treze-PB e Imperatriz-MA se enfrentam na noite desta segunda-feira (23/7), às 21h15, no Estádio Governador Ernani Sátyro, o Amigão, em Campina Grande, na Paraíba, valendo o jogo da volta da semifinal do Campeonato Brasileiro da Série D, a quarta divisão nacional.

Na partida de ida, com gol de Adauto, o Cavalo de Aço venceu o Alvinegro paraibano por 1 a 0, no Estádio Frei Epifânio, em Imperatriz, no Maranhão. Agora o Alvirrubro maranhense joga por simples empate para avançar.

Já o Galo da Borborema precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para não precisar levar a decisão para os pênaltis. Quem passar enfrenta na final o Ferroviário-CE, que na outra semifinal passou pelo São José-RS.

O Treze-PB acredita no fator casa para superar o Cavalo de Aço. Como mandante nesta Série D, o Galo conquistou 14 pontos dos 18 possíveis, sendo com quatro vitórias e dois empates, média de 77.77% de aproveitamento. Além de invicto em seus domínios, o Galo marcou gols em todos jogos em casa. Ao todo foram 10 gols, enquanto que sua defesa sofreu apenas dois.

Já a equipe maranhense não conta com bom aproveitamento como visitante nesta competição. O Imperatriz atuou fora de casa seis vezes, sofreu três derrotas, empatou dois jogos e conquistou apenas uma vitória. O único triunfo foi contra o rival Moto Club por 4 a 2, no Castelão, em São Luís-MA, no jogo da volta das oitavas de final.

Caso a decisão da vaga à final ocorra nos pênaltis, a situação não será inédita para nenhum dos clubes. No mata-mata da segunda fase da competição, o Treze eliminou nos pênaltis o URT-MG, em casa, por 3 a 2. Já o Cavalo de Aço avançou nos pênaltis por duas vezes, eliminando o América-RN por 5 a 4, na segunda fase, e o Manaus por 3 a 2, nas quartas de final, todos fora de casa.

Fonte: Luiz Carlos Éden – Sorocaba (SP)